sexta-feira
24 de novembro de 2017

 
 
Portugues   English
 
     
ADMINISTRAÇÃO
AVANÇA PG
CIDADANIA
CONSELHOS MUNICIPAIS
CULTURA
DEFESA CIVIL
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JORI 2017
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROMOÇÃO SOCIAL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO
Foto: Alexandra Giulietti
 
Público vibra com apresentação de Eudóxia de Barros
Musicista foi aplaudida de pé em vários momentos
26/11/2008 | Lorena Flosi , MTB: 40.295
 
A pianista Eudóxia de Barros encantou o público que na noite de terça-feira lotou a Sala de Espetáculos Serafim Gonzalez, no Palácio das Artes. Considerada a musicista erudita mais respeitada no cenário nacional na atualidade, ela executou peças clássicas e populares, sendo aplaudida de pé. Eudóxia de Barros trouxe em seu programa compositores como Mozart, Chopin e Ernesto Nazareth. Nesta quarta-feira ocorre a segunda apresentação, às 20h30.

“Foi uma noite maravilhosa”, declarou Eudóxia. “Achei o Palácio das Artes um lugar fantástico! Como é difícil encontrar lugares assim no Brasil. A Cidade está de parabéns por manter um centro cultural como esse”, disse Eudóxia, que está acostumada a se apresentar em casas de espetáculo de toda a Europa.

A pianista, que fez questão de ser fotografada em alguns ambientes do prédio, não poupou elogios à estrutura do teatro: “A acústica é muito boa. A apresentação de hoje superou minhas expectativas: o público foi muito caloroso; estou saindo daqui muito feliz e ansiosa para a próxima apresentação”.

Após o recital, o público pôde adquirir CDs, DVDs e o livro “Técnica Pianística”, de autoria da musicista. Eudóxia circulou pelo Palácio das Artes e, cercada pelo público, posou para fotografias e conversou com os admiradores. Muitos puderam levar para casa um autógrafo como suvenir.

“Estou encantada com o que ouvi hoje”, conta a advogada Rosana Henriques, que levou para casa não só o CD, mas também o DVD e o livro, devidamente autografados. “Quando soube que ela se apresentaria em Praia Grande, corri para garantir meus ingressos. Posso dizer que esta foi uma noite inesquecível. Me emocionei em vários momentos, principalmente com a execução de Tardes em Lindoya, de Zequinha de Abreu”.

O músico Absolon Soares, integrante da Camerata Heitor Villa-Lobos, de Santos, também conferiu o recital: “Não poderia perder uma apresentação como esta. A técnica de Eudóxia é impressionante. Para mim, essa apresentação só confirmou os motivos pelos quais ela é tão aclamada no Brasil e ao redor do mundo: grande performance, cheia de talento, que trouxe uma grande audição de música instrumental. Praia Grande precisava de um centro cultural como este, com qualidade para a população”.

O secretário de Cultura e Eventos, Manoel Carlos Peres, o Cartola, comemorou o sucesso da noite: “A grande procura do público derruba o mito de que apresentações eruditas não despertam interesse da população. Hoje vejo pessoas de todas as idades, inclusive adolescentes, prestigiando Eudóxia de Barros. Como cidadão, fico orgulhoso ao ver que programas culturais de qualidade atraem público tão diversificado”.

Nesta quarta-feira (26), a musicista deve repetir o programa executado em seu primeiro recital. Confira o set-list:

Mozart (1756-1791) - Rondó K 485
Chopin (1810-1849) - Noturno op. 72, nº 1, em mi menor
Liszt (1811-1886) - Onze Variações sobre um tema, de Paganini (estudo nº 6)
Prokofieff (1891-1953 ) - Sonata op. 83, nº 7: Allegro Inquieto, Andante Caloroso, Precipitato
Jorge Antunes (1942) - Valsinha da Eudóxia (dedicada à Eudóxia de Barros)
Osvaldo Lacerda (1927) - Estudo nº 1
Osvaldo Lacerda (1927) - Estudo nº 5
Camargo Guarnieri (1907-1993) - Toada
Edino Krieger (1928) - Nina (valsa) (homenagem aos seus 80 anos)
Francisco Mignone (1897-1986) - Lenda Sertaneja nº 3 (Nhá Nocência morreu de amô...)
Ernesto Nazareth (1863-1934) - Escorregando
Zequinha de Abreu (1880-1935) - Tardes em Lindóia
Ronaldo Miranda (1948) – Suite nº. 3: Allegro, Allegretto, Lento, Allegro Gracioso ( homenagem aos seus 60 anos )

O ingresso para esta última apresentação pode ser trocado por uma lata de leite, na sede da Secretaria de Cultura e Eventos (Secult), no Palácio das Artes. O prédio fica na Avenida Costa e Silva, 1.600, em frente à Rotatória A Tribuna. As latas arrecadadas serão revertidas para o Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande. Outras informações pelo telefone 3496-5716.

Comente esta notícia:
comentepgnoticias@gmail.com



    página anterior topo da página
 
 
 
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias