Prefeitura de Praia Grande
Lateral Praia grande
 A Cidade
 Bandeira e Brasão
 Edital - CMDCA/ CMI
 Eventos
 História e Hino
 Mapa da Cidade
 Monitoramento de Veículos
 NUPVIDA
 Orgãos e Conselhos
 PG ao Vivo
 Plano Diretor
 Postos de Saúde
  Notícia do dia 26/2/2009
Por Fabricio Tinêo, MTB: 37905
 
 
Neneca auxilia vôlei de base de Praia Grande

Ex-atleta ingressou na Prefeitura pelo programa SuperEscola, em 2008
 
 
Claudenice Santos Silva de Oliveira, 39 anos, mais conhecida como Neneca, auxilia as equipes masculina e feminina de vôlei de base (até 14 anos) de Praia Grande. Nesta temporada, ela passou a integrar o grupo de competição da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel). A ex-jogadora, que já defendeu a camisa de grandes clubes do cenário nacional e internacional, ingressou no programa SuperEscola em 2008, após concurso público.

“O trabalho de base envolve a iniciação das crianças no esporte. É uma fase delicada porque se o jovem não gostar dos treinamentos, ele rapidamente abandona as quadras”, afirmou Neneca. “Eu e a Shana queremos revelar valores para a Cidade. Nosso objetivo é encontrar potenciais atletas, que tenham vocação para o voleibol”.

Natural de Campinas e morando no Bairro Enseada, no Guarujá, há 10 anos, Claudenice formou-se em Educação Física na Universidade Metropolitana de Santos (Fefis/Unimes). Atualmente, a técnica faz pós-graduação em Personal Training, nas Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), em São Paulo.

Claudenice ministra treinos de segunda a sexta-feira, das 14 às 18 horas, no Ginásio do Clube de Praia São Paulo (esquina da Avenida Presidente Castelo Branco com a Rua Antônio Severiano de Andrade e Silva, no Bairro Aviação).

Em 1984, um fato inesperado do destino mudou a vida de Neneca. “Comecei cedo no vôlei, aos 14 anos. Professores do colégio disseram que levava jeito para o esporte e incentivaram-me a procurar um clube. Foi quando encontrei o Guarani. Na mesma época, perdi minha mãe em acidente de carro e, com isso, meu pai formou outra família. Fiquei sozinha e descobri no esporte uma saída de vida. Mudança complicada, ainda mais, por que corria atrás de tudo por conta própria”, revelou.

Apesar das dificuldades, Claudenice seguiu adiante e virou jogadora profissional. Atuando como meio-de-rede e ponta, ela passou por grandes equipes do país: Leites Nestlé, São Caetano, Sírio, Tietê, BCN/Guarujá, Translitoral/Guarujá, Macaé/ Rio de Janeiro; Joinville e Bonja/Datasul de Santa Catarina. Jogou também fora do país, no Ryon, na França, e no Sesto Fiorentina, na Itália. Em 2005, encerrou a carreira no Santos Futebol Clube.

Entre tantas conquistas, a ex-atleta sagrou-se campeã dos Jogos Regionais, paulista e brasileira. “Considero minha carreira brilhante, até por tudo que passei. Conquistei dois troféus de melhor saque do Brasil, joguei um bom período na Europa. Sempre digo que quem não gosta de vôlei é ruim da cabeça”, brincou.

Dupla – Neneca trabalha ao lado da professora Shana Krindges, 27 anos. Nascida em Bento Gonçalves, cidade do Rio Grande do Sul, iniciou a vida esportiva aos 7 anos de idade, na equipe de vôlei de quadra do próprio município. Também jogou nas equipes paulistas de Franca, Assis, Santa Fé do Sul e Santos, sempre na posição de ponteira.

Parceria - Vale frisar que o Colégio Objetivo de Praia Grande apóia a equipe infantil de vôlei masculino da Cidade. A escola ofertará seis bolsas de estudo integrais aos atletas. “Esta parceria tem tudo para dar certo. Uma instituição educacional renomada que acredita no nosso trabalho de qualidade, com foco em médio e longo prazo”, avaliou Shana.