Brasão de Praia Grande  

domingo
5 de dezembro de 2021

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JORI 2018
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


 
Dia do professor: a arte de ensinar com o coração
Por amor à profissão, Maria optou por continuar lecionando mesmo depois de aposentada
15/10/2021
  Compartilhar no Whatsapp
Os professores são os verdadeiros mestres do saber. Aqueles que formam todos os profissionais através da arte da educação. Maria Zilda Santana de Almeida, 61 anos, se aplica à educação na rede municipal de ensino há 30 e dedicou sua vida a esse propósito.

Mesmo há dois anos já aposentada, Maria decidiu continuar trabalhando como professora das séries iniciais (1º ao 5º ano), na escola que leciona desde a sua fundação, a E.M Mahatma Gandhi. Passou por praticamente todas as escolas municiais de Praia Grande, levando conhecimento polivalente. “Os professores, principalmente aqueles que dão aula para as séries iniciais, ensinam todas as disciplinas aos alunos. Somos profissionais polivalentes, pois temos que aprender e estudar de tudo um pouco e continuar se aperfeiçoando sempre”, afirmou.

Sua trajetória na Secretaria de Educação (Seduc) começou em 1989, quando trabalhava como auxiliar de creche, dando banho nas crianças, ajudando na alimentação e cuidando delas nas salas de aula. Logo em seguida, se tornou efetivamente professora, escolhendo as séries iniciais para lecionar.

Foi surpreendida, assim como todos os professores, com novos desafios devido à pandemia da covid-19. “Tivemos que nos reinventar e eu sempre tive dificuldade com tecnologia, mas aprendi e vou continuar aprendendo para melhorar ainda mais”. O retorno dos alunos à sala de aula acalentou seu coração. “Eu estava com muita saudade e ansiedade em vê-los de novo e eles também. A recepção foi muito calorosa e eu estava esperando muito por esse momento. Nós e os alunos precisávamos disso novamente”.

Para ela, sua trajetória como professora da rede municipal tem sido excelente ao longo de todos esses anos. “Praia Grande é como uma mãe para mim. Vim do Paraná e aqui me casei, tive meus dois filhos e fiz a minha carreira que tanto amo. Realizei o meu sonho de ser professora e ele foi muito bem sucedido”.

Quando questionada a quantidade de alunos atendidos por ela durante seus 30 anos de carreira, a resposta não poderia ser diferente. “Não consigo sequer calcular quantas crianças passaram pelos meus ensinamentos ao longo de todos esses anos. É emocionante quando encontro alguém que foi meu aluno e me reconhece. Eles dizem ‘você se lembra de mim, professora?’, é tão gratificante que não tenho nem palavras para descrever como sou orgulhosa desse meu trajeto”, disse emocionada.

Hoje, Maria tem a certeza de que parar ainda não é uma opção. A educação corre em suas veias e a vida só faz sentido se puder educar. “Por amor à profissão eu decidi continuar trabalhando com educação; não consigo parar ainda e vou continuar até a hora certa chegar”, afirmou.

Como homenagem aos colegas de profissão, Maria deixa seu recado emocionado para os quase 2.000 professores da rede. “Minha mensagem aos meus colegas é que a gente nunca desista e deixe de acreditar no poder da educação. Ela ainda é o melhor caminho que a gente pode seguir e o melhor legado que podemos deixar para os nossos filhos e alunos”, disse.



página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias