Brasão de Praia Grande  

domingo
5 de fevereiro de 2023

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JEESP 2022
JOMI 2022
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


Foto: FELIPE FRANÇA
 
PG leva alunas à USP para participar do “Vai Ter Menina na Ciência”
Grupo foi formado por 18 estudantes do 8º ano do Ensino Fundamental
6/12/2022 | Daniel Elias, MTB: 59.233
  Compartilhar no Whatsapp
Um grupo formado por 18 alunas dos 8º anos do Ensino Fundamental viveu uma experiência diferente. As estudantes tiveram a oportunidade de conhecer o projeto “Vai ter Menina na Ciência”, desenvolvido pela Universidade de São Paulo (USP). A Secretaria de Educação (Seduc) ficou responsável em realizar a interação com a instituição acadêmica e levar as jovens para participar da iniciativa.

O projeto, colocado em prática pela USP, está na quarta edição. A ação tem como objetivo incentivar estudantes (meninas) dos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e Ensino Médio a conhecerem as carreiras relacionadas a ciências, tecnologia, engenharia e matemática. A visita do grupo praia-grandense à universidade ocorreu na última sexta-feira (2).

Para realizar a ação, a Seduc selecionou uma aluna de cada escola que atende turmas do 8º ano. A pasta municipal contou com apoio das equipes técnicas das unidades de ensino que fizeram a indicação das jovens. Foram levados em consideração, o desempenho das estudantes durante as aulas de ciências ao longo do ano, bem como o envolvimento em competições educacionais como as olimpíadas brasileiras de Astronomia e Astronáutica (OBA) e de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

Durante a visita ao “Vai Ter Menina na Ciência”, as alunas puderam ver a exposição de rochas, minerais e réplicas de fosseis, além de participarem de atividade relativa ao tempo geológico. No Espaço Ciências, acompanharam iniciativas que demonstravam como funciona os sistemas óptico e olfativo do corpo humano e viram de perto maquetes que detalhavam quais são as diferentes fontes de energia.

De acordo com a diretora do Departamento de Educação Ambiental (DEA), Eliane Queiroz, responsável em fazer a ponte com os organizadores do evento na USP, iniciativas como essa abrem os horizontes para as alunas. “Precisamos mostrar o caminho. Indicar por onde seguir. Esse foi o nosso objetivo. Fazer com que se sintam mais seguras e prontas para alçar voos cada vez maiores nas vidas profissionais que resolverem seguir. E foi interessante ver a participação ativa delas, questionando e mostrando interesse”.




página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
 MAPA DO SITE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias