Brasão de Praia Grande  

quinta-feira
21 de outubro de 2021

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JORI 2018
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


Sectur abre inscrições para Festejos de Iemanjá
Federados e não-federados podem se inscrever até o dia 18 de novembro
3/11/2011 | Lorena Flosi , MTB: 40.295
  Compartilhar no Whatsapp
Estão abertas as inscrições para federações e religiosos não-federados que queiram participar dos festejos de Iemanjá, que em 2011 acontecem em Praia Grande nos dias 3 e 4 e 10 e 11 de dezembro. Com mudanças substanciais no processo de inscrição e logística do evento, o Festejo de Iemanjá deve atrair mais de 30 mil pessoas ao Município, que anualmente recebe religiosos de todo o Estado de São Paulo para fazer suas homenagens à Rainha do Mar.

Neste ano, as taxas de inscrição são de R$280,00 para ônibus e R$170,00 para microônibus ou vans. Interessados devem entrar em contato com o setor de Turismo da Sectur, através do telefone 3496-5716.

“Este ano estamos implantando algumas inovações, principalmente no que diz respeito à logística das inscrições, distribuição de áreas para as homenagens e estrututra”, destaca o chefe do departamento de Turismo da Sectur, Aristides Faria. “Nossa intenção é agilizar e facilitar o processo de inscrição, que este ano é totalmente online, além de oferecer uma estrutura mais eficiente, que atenda melhor aos visitantes.” Aristides explica ainda que a partir deste ano, a distribuição das áreas demarcadas foi feita através de sorteio entre as federações, o que possibilitou um planejamento mais eficiente do mapa de pontos de luz e água que devem atender às federações.

Reforma – Um dos locais mais visitados durante a festividade deverá ser a da imagem de Iemanjá, localizada na Praia Mirim. A estátua, com oito metros de altura, foi recuperada em 2006, e reformada em 2011, recebendo reparos na estrutura e novo paisagismo. Além disso, a Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb), responsável pela ação, construiu no local dois velários, espaço onde as pessoas poderão depositar velas, e dois pontos de água. A escultura fica sobre um conjunto formado por dois espelhos d’água: um junto à areia e outro suspenso, na altura do calçadão da orla.

Na volta de todo o espelho d’água há área protegida para a colocação de velas, formando uma cortina de luz. Já o piso é revestido com pedra miracema.

Sincretismo – Resultado do sincretismo religioso, Iemanjá é uma das figuras mais conhecidas nos cultos afro-brasileiros. Segundo informações do site Umbanda Racional, os jesuítas portugueses, tentando forçar a aculturação dos africanos e a aceitação dos rituais e mitos católicos, procuraram fazer casamentos entre santos cristãos e orixás africanos, buscando pontos em comum nos mitos.

Para Iemanjá foi reservado o lugar de Nossa Senhora, sendo, então, artificialmente mais importante que as outras divindades femininas, o que foi assimilado, em parte, por muitos ramos da Umbanda.
É uma das rainhas das águas, sendo as duas salgadas: as águas provocadas pelo choro da mãe que sofre pela vida de seus filhos, que os vê se afastarem de seu abrigo tomando rumos independentes; e o mar, sua morada, local onde costuma receber os presentes e oferendas dos devotos.

Na África, a origem de Iemanjá também é um rio que vai desembocar no mar. De tanto chorar com o rompimento de seu filho, Oxóssi, que a abandonou e foi viver escondido na mata junto com o irmão renegado, Oçãnhim (Oçanhe), Iemanjá se derreteu, transformando-se num rio que foi desembocar no mar.






página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias