Brasão de Praia Grande  

segunda-feira
27 de junho de 2022

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JOMI 2022
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


Foto: Jairo Marques
 
Prestes a completar 49 anos PG se torna sinônimo de desenvolvimento
No próximo dia 19, Cidade celebra aniversário de emancipação político-administrativa
13/1/2016 | Paola Vieira, MTB: 43.705
  Compartilhar no Whatsapp
Praia Grande virou sinônimo de Desenvolvimento. A cidade, que no próximo dia 19 de janeiro completa 49 anos de emancipação político-administrativa, mostra que, com planejamento, é possível mudar estereótipos e crescer ordenadamente.

Com cerca de 300 mil habitantes (Estimativa IBGE 2015 – 299.262), Praia Grande recebe anualmente cerca de 10 mil novos moradores, atraídos pela infraestrutura que inclui acesso aos serviços públicos municipais, vias pavimentadas, escolas municipais com qualidade, sistema básico e emergencial de saúde bem estruturados, programas sociais referenciais e belezas naturais.

Um pouco da história
Até o início da década de 90, a Cidade era conhecida pelo turismo desordenado, por praias sujas e comércio irregular de petiscos nas praias. As mudanças começaram a partir de 1993. Uma verdadeira metamorfose, estética, legal e comportamental, culminou com o resgate da autoestima de moradores e turistas, que passaram a valorizar mais sua cidade.

O pontapé inicial foi a revitalização da orla da praia. As antigas barracas de madeira se tornaram quiosques de alvenaria, o calçadão repleto de grama deu espaço a um belo projeto de paisagismo que contemplou acessibilidade e mobilidade. O Município passou a contar com belos calçadões, com 22,5 quilômetros de ciclovia à beira mar, um convite tentador para os turistas, que deixaram de procurar a cidade para passar apenas um dia e começaram a enxergá-la como um bom investimento em imóveis, e consolidou-se o primeiro boom imobiliário. As populares quitinetes deram espaço a apartamentos cada vez mais amplos, que hoje chegam a custar alguns milhões de reais.

Começar a mudança não foi fácil, ao contrário, foi um desafio. Na época, a iniciativa foi do prefeito Alberto Mourão, então em seu primeiro mandato, que apresentou um projeto inovador para atrair mais visitantes, investidores, fomentar o comércio local e gerar mais empregos. “Tínhamos recursos limitados. Era preciso acertar na escolha do local para se investir. Os valores que dispúnhamos davam para fazer a revitalização da orla ou somente parte do que até então era chamada de terceira zona. Foi preciso ter visão de que investindo na orla conseguiríamos aumentar a arrecadação para trabalhar a cidade como um todo. Foi então que tudo começou a fluir. Foi difícil no começo. Havia críticas de quem não enxergava que a praia é a galinha dos ovos de ouro da cidade. Grandes empresas não acreditavam na possibilidade de recuperação e chegaram a negar apoio”, disse Mourão, lembrando que foi então que construtores, comerciantes e diversos segmentos da sociedade se uniram para um mutirão de recuperação e investiram no trecho piloto da reurbanização da orla, no bairro Guilhermina, que serviu de vitrine e chamou investidores.

Disciplinar circulação e estacionamento de ônibus de excursão provenientes de outros municípios foi outro desafio. O decreto nº 793 de 11 de janeiro de 1993 condicionou a prévia autorização junto à Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, com específica destinação para estabelecimentos hoteleiros dotados de estacionamento. No documento, ficou vedado o estacionamento de ônibus de excursão em vias públicas ou outros locais, não expressamente autorizados e especificados pelo Executivo Municipal. A medida trouxe melhor controle no ordenamento do turismo no Município. Inicialmente criticada, a lei acabou sendo copiada em várias cidades do país.

Pavimentação
Com o crescimento demográfico, Praia Grande teve áreas expandidas e, gradativamente, a Administração Municipal realizou interferências para levar os serviços públicos aos cidadãos. Com o crescimento, dezenas de loteamentos foram reorganizados e hoje estão incorporados em 32 bairros (Plano Diretor - Período 1997/2006).

Até o final deste mandato (2016), o prefeito de Praia Grande quer entregar 99% das ruas abertas pavimentadas. “Em 1993, no meu primeiro governo, Praia Grande não tinha 20% de ruas pavimentadas. A maior parte das vias pavimentadas atualmente passou por projetos elaborados pela equipe da Prefeitura durante meus quatro mandatos. Foi preciso viabilizar recursos, é difícil, mas fico feliz porque sei que atingirei a meta dos 99%”, destaca o prefeito. Atualmente, bairros como o Ribeirópolis, Esmeralda e Vila Sônia estão com obras de pavimentação, que consistem na rede de drenagem, guias e sarjetas, e em diversas obras de canalização. No total, são mais de 50 quilômetros de obras de pavimentação em andamento e já entregues. Além disso, a Secretaria de Serviços Urbanos está realizando obras de urbanização de mais de 18 mil m² de vias entre as avenidas Presidente Kennedy e Dr. Roberto de Almeida Vinhas, do Bairro Maracanã até Solemar. Estes locais estão recebendo a colocação de sextavado e instalação de guias e sarjetas. Os trabalhos, iniciados em novembro, devem seguir ao longo de 2016.

Com as ruas devidamente pavimentadas, a Administração Municipal iniciou um intenso trabalho para melhorar o acesso dos correios e empresas na entrega de correspondências e compras. O projeto de novo emplacamento tem por objetivo facilitar a localização de endereços e padronizar a identificação das ruas. O projeto prevê ainda a instalação de placas com os devidos nomes e CEPs em 100% dos logradouros oficiais do Município. Atualmente, Praia Grande conta com aproximadamente 2 mil logradouros oficiais, incluindo ruas, avenidas e praças. Mais de 200 vias que não tinham nomes, em geral conhecidas por letras e números, receberam este ano denominação oficial, em homenagem a personalidades do Município.

Novos moradores são atraídos pela infraestrutura e qualidade de vida
A expectativa é de que Praia Grande passe, em menos de uma década, a ter uma população equiparada a Santos, a maior cidade da Região Metropolitana da Baixada Santista – que engloba nove municípios - e que, de acordo com IBGE (censo 2010), tem 419.400 mil habitantes. A projeção para Praia Grande em 2021 é de 405.978 pessoas, conforme o Plano Diretor de Abastecimento de Água da Sabesp, com base em estatísticas do IBGE, que projeta que Praia Grande continuará tendo altas taxas de crescimento populacional enquanto em Santos este número fique estagnado (projeção de 441.550). Entre os motivos dessa tendência estão a busca por melhor infraestrutura e a descentralização da população do município de Santos em direção às cidades vizinhas, devido à alta do preço dos imóveis naquele município.

Após análise dos dados estatísticos disponíveis para o ano de 2010, a Secretaria Municipal de Planejamento constatou que 68% do crescimento populacional são decorrentes da migração de pessoas de outras localidades, restando apenas 32% relacionados ao crescimento vegetativo (diferença entre nascimentos e óbitos no período de estudo).

Além do crescimento de sua população fixa, o Município é um dos principais destinos de turistas no Estado de São Paulo, recebendo, em média, 300 mil visitantes nos finais de semana, independentemente da época do ano, conforme estimativa da Prefeitura com base na quantidade de veículos que passam pelo Sistema Anchieta Imigrantes, principal acesso entre a Capital e a Baixada Santista. Além disso, o Município registra picos de 1,5 milhão de visitantes no Réveillon e Carnaval.

Tabela 1 – Evolução da população residente
Ano População Residente (hab) Crescimento Relativo (hab) TGCA (%)
1970 19.704 - -
1980 66.011 46.307 12,85%
1991 123.492 57.481 5,86%
2000 193.582 70.090 5,12%
2010 262.051 68.469 3,07%
2021* 405.978 143.927 4,06%
Fonte: IBGE
Nota: *Projeção do Plano Diretor de Abastecimento de Água da Baixada Santista, elaborado pela SABESP

Dados de obras aprovadas
Fonte: Seurb

ALVARÁS DE APROVAÇÃO EXPEDIDOS PARA IMÓVEIS RESIDENCIAIS

Ano Área (m²) Total de Alvarás residências
2011 538003,6780 328
2012 376918,0600 287
2013 913258,6200 482
2014 892184,6800 379
2015 549972,3100 321

Grandes e pequenas empresas: Cidade tem oportunidade em todos os negócios
Atualmente com mais de 11 mil empresas cadastradas junto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Trabalho do Município, Praia Grande atrai cada vez mais empreendedores que enxergam na Cidade a oportunidade de se estabelecer e lucrar. De empresas nacional e internacionalmente conhecidas, como Marisa, Decathlon, Extra, MC Donald’s e Burger King, até pequenos empresários, a Cidade comemora ainda as perspectivas de novas empresas, que geram mais empregos e atraem mais recursos. O Litoral Plaza Shopping, por exemplo, tem plano de expansão que deverá gerar cerca de 1, 5 mil vagas no mercado de trabalho.

Com os investimentos da Administração Municipal em infraestrutura, o comércio no geral toma força e em alguns locais centraliza atividades. Exemplo é a Avenida Marechal Mallet, no Bairro Canto do Forte, que atualmente concentra o segmento de bares e restaurantes. Os negócios fomentaram principalmente após os investimentos da Prefeitura na área de urbanismo. Os bairros também viram seu comércio crescer e hoje possuem “pernas próprias” com supermercados, lojas de vestuários, academias de ginástica e açougues, por exemplo.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Trabalho (Sedettra) o município tem entre seus investidores predominantes os segmentos de comércio e prestação de serviços, no entanto, a tendência é de que haja expansão para as áreas Petróleo e Gás, Logística Portuária, Construção Civil e Turismo.

A Administração Municipal ainda desenvolve estratégias para se aproximar e envolver os investidores dos setores de Tecnologia da Informação. Praia Grande está Implantando um Centro de Inovação Tecnológica para responder à necessidade de conciliação entre o potencial econômico do município e da região e a oportunidade de transformar conhecimento em riqueza para a atividade empresarial, aproveitando o potencial das instituições de ensino e pesquisa sediadas em Praia Grande e nos municípios vizinhos, bem como a atração de futuras instalações de laboratórios e/ou instalações de ensino e pesquisa do Estado que possam dar suporte aos propósitos do desenvolvimento sustentável da região.

Empresas instaladas no Município
(Fonte: Secretaria de Finanças - empresas legalizadas perante a prefeitura)
ANO QTD EMPRESA
2012 8.118
2013 9.573
2014 11.001
2015 11.474

(Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Trabalho)
Empresas registradas por avenidas
Presidente Kennedy 1998
Marechal Mallet 178
Vicente de Carvalho 248
Costa e Silva 545

Educação, a menina dos olhos de Praia Grande
Em 1992, Praia Grande contava com apenas 24 escolas. Atualmente, são 68 unidades municipais de ensino regular, o que representa um crescimento de aproximadamente 180%. Todas padronizadas, sem distinção de bairro.

Atualmente, são mais de 49 mil alunos matriculados. O Município fornece cerca de 100 mil refeições por dia, com cardápio elaborado por nutricionistas, para alunos da rede municipal e estadual. Além disso, a Administração Municipal assume, cada vez mais, o atendimento de alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, compartilhando com o Governo do Estado.

SuperEscola – Cerca de 10 mil crianças, de 7 a 14 anos, participam do SuperEscola, programa municipal que oferece atividades esportivas, culturais e tecnológicas no período oposto ao do ensino regular. Outra opção são as atividades oferecidas pelos Programas de Integração e Cidadania (PIC) e Centros de Apoio à Família do Educando (CAFE), que atendem pessoas de todas as idades, com cursos e oficinas de temas variados.

Atenção básica: porta de entrada do sistema de saúde
Investindo sempre mais do que o preconizado pelo Governo Federal (Emenda Constitucional 29/2000), a estrutura na Saúde vem melhorando ao longo dos últimos anos.

No total, o Município conta com 18 Unidades de Saúde da Família (Usafas), 3 multiclínicas, 3 unidades de urgência e emergência, Hospital Municipal Irmã Dulce, CEMAS (Centro de Especialidades Médicas e Ambulatoriais), AME (Ambulatório Médico de Especialidades), Farmácia de Alto Custo, CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), CRATH (Centro de Referência de Atendimento em Tuberculose e Hanseníase), SAE (Serviço de Atendimento Especializado), SAMU 192, DST – Aids e Hepatite, duas equipes do Nasf – Núcleo de Apoio à Saúde da Família e Serviço de Atendimento Domiciliar.

A Atenção Básica é uma das prioridades da Administração Municipal. A Cidade passa por um processo de reestruturação com objetivo de oferecer um atendimento cada vez melhor.

Segurança: Guarda Municipal atuante, vias monitoradas e auxilio às polícias Civil e Militar
A Administração não mede esforços na questão da segurança. Mesmo sendo responsabilidade do Estado, a Prefeitura de Praia Grande não se omite e desenvolve cada vez mais ações para o setor.

A Guarda Civil Municipal (GCM) existe desde 1969, quando era chamada de Serviço de Vigilância e Salva Vidas. Em 2001, com a aprovação da Lei Complementar 269/01, recebeu uma nova estruturação, com destaque para a formação do guarda em ambiente universitário.
Atualmente, cerca de 100 guardas estão sendo incorporados à corporação, totalizando cerca de 400 homens e mulheres. A Guarda Civil Municipal atua em todos os setores da sociedade, inclusive com a Guarda Costeira, responsável pela fiscalização no mar, Guarda Ambiental, e o Canil, que possui cães preparados para auxiliarem os GCMs em qualquer ocorrência. O Patrulhamento Integrado Comunitário (PCI) é outra ação de destaque da GCM.

Além de investir na formação e capacitação, a Administração investe em equipamentos de qualidade. Uma ação pioneira e revolucionária, que auxilia as polícias Militar e Civil em apreensões e investigações, é destaque no Município: a instalação de câmeras por toda a Cidade e prédios públicos, através da Infovia, um moderno sistema de cabeamento por fibra ótica que permite a transmissão de informações e dados por 220 quilômetros de cabos.
O sistema foi implantado inicialmente com foco na segurança pública, estreando com a Central de Videomonitoramento, para onde são transmitidas as imagens das 1.530 câmeras espalhadas pela Cidade, sendo 76 delas do tipo Domo (giratórias e com zoom).

Cerca de 15 anos depois da inauguração da Central de Videomonitoramento, no segundo semestre deste ano, o local foi totalmente modernizado e se tornou um Centro Integrado de Comando e Operações Especiais (Cicoe-PG), uma central que reúne setores responsáveis pela segurança do Município, como as polícias Civil e Militar, além de agentes de trânsito e, eventualmente, do Ministério Público. O equipamento concentra as centrais de monitoramento, que foi ampliada, de atendimento telefônico e a sala de intervenções de crise, onde as autoridades podem se reunir para tomar decisões imediatas em casos extremos.
A nova tecnologia implantada no Cicoe permitirá identificação de indivíduos, placas de veículos, além do acionamento em tempo real de alarmes e acompanhamento por meio do vídeo, no caso de invasões a áreas não permitidas.

Infovia - Pelo subsolo de Praia Grande passa uma estrada de 220 quilômetros (correspondente à distância entre São Paulo e Ubatuba). Em vez de concreto e asfalto, a via é feita de cabos e fibras óticas e, por ela, passam informações, imagens e sons, interligando os mais variados serviços e prédios municipais, e possibilitando a implantação de projetos que mantêm a Cidade como exemplo de modernidade. Batizado de Infovia, o sistema é a espinha dorsal do Projeto Cidade Integrada, implantado em dezembro de 2002. Ele tem sido a principal ferramenta da Administração Municipal no desafio de manter a qualidade de vida da população diante do acelerado crescimento de Praia Grande nos últimos anos.

A rede de fibras óticas representou um salto gigantesco em tecnologia, agilidade, desburocratização e segurança. Se contados os cerca de 80 quilômetros de redes aéreas, a infovia totaliza 300 quilômetros de cabos.

O sistema foi inicialmente concebido com o foco na Segurança Pública, e teve como papel de estreia a implantação da Central de Videomonitoramento, para onde são transmitidas as imagens das 1.530 câmeras espalhadas pela Cidade, hoje considerada a mais monitorada do País.
Com a estrada virtual pronta, foi possível agregar outros inúmeros serviços, ligados à comunicação de dados, transmissão de imagens, voz e internet.

Uma Cidade com vocação esportiva
O projeto do desenvolvimento esportivo de Praia Grande teve início quando a Cidade sediou os Jogos Regionais, em 2005. Dois anos depois, em 2007, o Município recebeu a maior competição da América Latina, os Jogos Abertos do Interior, com mais de 7 mil atletas de 200 cidades de todo Estado de São Paulo. Os equipamentos esportivos construídos para receber atletas nacionais e internacionais ficaram à disposição dos jovens para prática gratuita de atividades esportivas, o legado dessas disputas realizadas em solo praia-grandense.

Atualmente, Praia Grande conta com dez ginásios poliesportivos, doze campos de futebol, seis pistas de esportes radicais, uma pista de atletismo (homologada pela Federação Internacional de Atletismo), Kartódromo, Pista de Motocross, piscina semi-olímpica aquecida e coberta, Fábrica de Esportes, além do núcleo do Navega SP e do Centro de Excelência de Judô João Carlos Ribeiro Manso Junior (Bairro Tupi). Este último, o mais recente inaugurado (em outubro de 2015), tem dois pavimentos.

Novo Projeto - O Município vai construir ainda o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), local multiuso para identificação de talentos e formação de atletas. Com área de aproximadamente 4 mil metros quadrados, ficará no Bairro Ribeirópolis. Jovens residentes na Região do Trevo, composta também pelos bairros Samambaia, Esmeralda e Melvi, serão beneficiados com a novidade.

A Cidade pode ainda alojar a delegação asiática para treinamento dos Jogos Olímpicos 2016. E receberá a tocha olímpica.

Ciclovia – Opção sustentável, saudável e barata de transporte
Tem quem a utilize apenas para lazer, mas muitos dos praia-grandenses usam diariamente a bicicleta para trabalhar ou resolver suas tarefas rotineiras, graças à implantação de mais de 80 quilômetros de ciclovias em toda a Cidade, somente à beira mar são 22,5 quilômetros de vias cicloviárias. Avenidas Presidente Kennedy, Marechal Mallet e marginais Roberto de Almeida Vinhas e Ministro Marcos Freire contam com ciclovia também, facilitando ainda mais o acesso a todos os bairros. Os trabalhos realizados na área deram a Praia Grande quatro prêmios de “Cidade Amiga da Bicicleta”. Dois foram concedidos pela própria Associação Brasileira de Ciclitas, em 2007 e 2008, outros pelo Instituto Pedala Brasil e União de Ciclistas do Brasil, durante evento “Bicicultura”, realizado na cidade de Sorocaba, em 2010. E em 2014 pela Associação Brasileira de Ciclistas, Skates, Patins e Cadeirantes, e pela Liga Santista de Ciclismo no 1º Congresso de Mobilidade das Cidades Cicloviárias da Baixada Santista.

Obras Ayrton Senna: melhoria trará mais fluidez no trânsito e segurança
As obras da passagem inferior da Avenida Ayrton Senna, que substituirá trecho da pista de sentido São Vicente–Praia Grande (pista norte), estão em andamento. Com aproximadamente 268 metros no total, a passagem inferior terá duas faixas de rolamento (3,5 m cada) e 4,5 metros de altura, o que permitirá o tráfego de ônibus. O valor da obra está orçado em cerca de 22 milhões. O prazo contratual para finalização dos trabalhos é março de 2016.

Quando pronta, a passagem inferior da Avenida Ayrton Senna permitirá a eliminação do cruzamento na Avenida Ayrton Senna e consequentemente dos semáforos, dando mais segurança no trânsito e maior fluidez no tráfego de veículos que seguem no sentido Litoral Sul e em direção à Rodovia dos Imigrantes ou às demais cidades da Baixada Santista.

Laterais - Obras de artes elaboradas por alunos com deficiências, em forma de peixes e gaivotas, ilustrarão as laterais da passagem inferior. Os painéis da avenida estão sendo executados em mosaico cerâmico, utilizando cerâmica esmaltada em tons terrosos, na técnica “trencadis” (técnica decorativa que consiste na criação de uma espécie de mosaico com pedaços irregulares de cerâmica); porcelana esmaltada brilhante em pequenos formatos nos tons de azul degradê, na técnica “opus vermiculatum” (em mosaico) e filetes de cerâmica, vidro e terracota, intercalados com acabamento coto e esmaltado brilhante.

As figuras dos peixes ficarão do lado da passagem de quem chega à Cidade. Serão dez imagens de 3,20m de altura por 4,50m de largura cada. Já quem sai do Município, sentido planalto, verá as gaivotas. Serão sete imagens de 2,50m de altura por 3,20m de largura cada uma.

Segundo o prefeito Alberto Mourão, além de valorizar os trabalhos dos alunos, as reproduções possuem uma simbologia especial. “As imagens do peixe serão colocadas no sentido de quem entra em Praia Grande como forma de mostrar que o turista está chegando a uma cidade praiana. Já a gaivota, uma ave migratória, simboliza aquele turista que parte, mas que um dia volta para cá”, disse o prefeito que fez questão de passar a novidade e pedir autorização pessoalmente aos alunos especiais.

Complexo Andaraguá: nova vocação para Baixada Santista
Com a crise que assola o País, a Região Metropolitana da Baixada Santista sente os impactos principalmente no que tange a sua vocação. O Porto, Pólo Industrial de Cubatão e o turismo em si já não são mais suficientes para as cidades, e especialistas chegaram, agora, a um consenso de que é preciso descobrir uma nova vocação na Baixada Santista. Praia Grande, se antecipando a um problema iminente, apresentou em 2007 o Complexo Empresarial Andaraguá.

Planejado para funcionar no Bairro Andaraguá, às margens da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, na divisa de Praia Grande com São Vicente, o complexo contará com aeródromo, hotéis, lojas de conveniência e diversos outros serviços, além de uma Zona de Processamento e Exportação (ZPE), destinada a instalação de empresas voltadas para o Comércio Exterior. A previsão é de que sejam criados 15 mil empregos diretos.

A obra é uma iniciativa da empresa ICIPAR – Empreendimentos Imobiliários, que pertence ao Grupo Sonda.

O principal objetivo do complexo é concentrar empresas de diversos segmentos não poluentes em um local onde possam ter acesso fácil às importações e exportações.

O bairro foi escolhido por sua localização estratégica, à beira de uma rodovia, e próximo de uma linha férrea, distante apenas 17 quilômetros do Porto de Santos.

Do total dos cinco milhões de metros quadrados, 70% permanecerão preservados e ainda será feito um acompanhamento de fauna e flora, a fim de evitar ou reparar eventuais danos ecológicos na região.

O projeto do aeródromo já foi aprovado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). A pista deverá ter 2.600 metros de comprimento, o que possibilita que aviões de grande porte possam operar no local. Por se tratar de movimento apenas de cargueiros, a meta é que o aeroporto receba no máximo nove operações por dia.

A empresa se dispôs a instalar uma escola técnica dentro do complexo para capacitar moradores da Cidade. A expectativa é que 90% dos funcionários sejam de Praia Grande. A capacitação também será feita em parceria com ONGs da Cidade.


Plano diretor
De forma democrática, com abertura de participação para a população fazer sugestões para o planejamento para os próximos 10 anos, o Município realizou consultas públicas por bairros, abertas à comunidade para opinar sobre as necessidades e demandas em diversos setores. Depois de dois anos mais de mil propostas elencadas vão direcionar a revisão do Plano Diretor.

Planos setoriais – As oficinas participativas do Plano Diretor ainda resultaram em propostas para os planos setoriais nas áreas de mobilidade urbana, defesa civil, macrodrenagem, saneamento básico, segurança, desenvolvimento econômico, meio ambiente e arborização, assistência social, educação, saúde, habitação e urbanismo, e turismo esporte e lazer. A segunda fase do plano, de audiências públicas, começa em fevereiro.

Avança PG: plano de metas para melhorar a qualidade de vida
Lançado em novembro de 2013 pela Administração Municipal, o programa Avança PG é um plano de metas programadas para o triênio 2014 – 2016, que envolve todos os setores da sociedade, divididos em eixos.

O programa idealizado após uma série de estudos e pesquisas das principais demandas de Praia Grande, pensando em um maior desenvolvimento do Município, levando em conta diversos fatores para impulsionar o crescimento econômico e de qualidade de vida na Cidade.
O Avança PG foi dividido em dez eixos: Cidade Educação, Cidade Vida, Cidade Saúde, Cidade Solidária, Cidade Integrada, Cidade Progresso, Cidade Segura, Cidade Feliz, Cidade Limpa e Cidade Gestão.

Das 246 propostas, 192 já foram concluídas ou estão em andamento, o que significa 78% das metas cumpridas em execução. Confira:

Cidade Educação - Na área educacional, que faz parte do eixo Cidade Educação, está prevista a construção de 17 novas escolas, sendo que destas, seis já foram entregues. Além do compromisso de proporcionar novas unidades de ensino, a Cidade trabalha em prol de melhorias para aquelas já existentes. Prova disso, são as sete ampliações realizadas, o aumento no número de bibliotecas escolares e a entrega de 3.740 tablets, que através do apoio tecnológico beneficia cerca de 30 mil alunos do ensino fundamental e 1.400 professores. Bebetecas, gibitecas, DVDtecas e lousas digitais estão entre as entregas realizadas além das metas estipuladas.

Cidade Feliz - Em outubro de 2015, o Bairro Tupi foi contemplado com o Centro de Excelência do Judô, equipamento com capacidade para atender mais de 600 crianças e adolescentes. Para incentivar a prática de atividades físicas, foram inauguradas ainda oito unidades de Academias de Saúde e a pista de skate Mineirinho, no Bairro Boqueirão. Está sendo criado o Complexo Esportivo Antártica, que promoverá a integração entre os alunos através do esporte. O fomento à cultura não fica de fora. O Pavilhão de Eventos Jair Rodrigues, implantado em junho de 2014, no Bairro Quietude, abriga o Estação Inverno, local onde são realizadas as festas da Tainha, das Tradições e a Vila Junina. A Cidade conta ainda com os Festejos de Iemanjá e o Estação Verão.

Cidade Solidária - Para incentivar ainda mais o protagonismo da terceira idade, a Cidade tem como meta a construção de quatro unidades do Programa Conviver e da Creche do Idoso. O bairro Antártica já foi contemplado com os equipamentos. Foi inaugurado também o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Melvi e o Centro de Referência Especializada em Assistência Social (CREAS) Esmeralda – Ribeirópolis. Praia Grande criou ainda o Programa Conhecendo Nossa Cidade, cujo objetivo é disseminar a valorização do Município por seus cidadãos.

Na área habitacional, a Administração Municipal trabalha na regularização de 44 núcleos, possibilitando a documentação de 11 mil unidades habitacionais.

Cidade Saúde - Ampliação e reforma do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas – CAPS II, entrega de tablets a todos os agentes comunitários de saúde, construção do Centro de Diagnóstico da Mama e nova frota de ambulâncias, que somam 11 veículos, estão entre as metas já concluídas. Entre as propostas, estão ainda a construção de 13 unidades de saúde (três já foram entregues), a ampliação de Unidades de Saúde da Família (cinco concluídas) e a criação do Centro de Hemodiálise, além de três novas unidades do Centro de Atenção Psicossocial.

Cidade Limpa - O serviço de coleta domiciliar da Cidade foi reforçado com a entrega de 13 caminhões de lixo. Estão previstas a implantação de 1.858 lixeiras de postes e 286 coletores de lixo orgânico e reciclável na faixa de areia.

Cidade Integrada - Entre as metas do eixo Cidade Integrada está a implantação de corredores de transporte coletivo nas avenidas Roberto de Almeida Vinhas (trecho do Maracanã ao Solemar, com 11,8 km) e Diamantino Cruz Ferreira Mourão (do Melvi até Cidade da Criança, com 10 km) e a construção da passagem inferior na Avenida Ayrton Senna, obras que seguem em andamento. Outros destaques são as pavimentações, revitalizações e urbanizações já concluídas, e ainda remodelações e recapeamentos de vias da Cidade, que vão além das metas do Avança PG.

Cidade Segura - Implantação do Centro Integrado de Comando e Operações Especiais (Cicoe), aquisição de carros elétricos e entrega da iluminação da Avenida Ayrton Senna estão entre as metas já cumpridas. Em andamento está a ampliação do efetivo da Guarda Civil Municipal, a revitalização da iluminação pública do calçadão da praia do Forte até a Mirim e a implantação de equipamentos eletrônicos de controle de velocidade. Somente em questão de iluminação, além da remodelação do sistema na Avenida da praia (com a instalação de quatro luminárias com lâmpadas de vapor metálico 400w por poste e transferência de coqueiros para a faixa de areia com o intuito de ampliar o fluxo luminoso no local), até agora 365 pontos escuros já foram eliminados em diversos pontos da Cidade e mais de 7 mil metros de extensão de rede de energia já foram concluídas por toda Praia Grande, com postes, fios, luminárias e lâmpadas.

Cidade Gestão - Das nove propostas do eixo Cidade Gestão, sete já foram cumpridas. Entre elas está a implantação do Canal do Servidor e melhorias nas condições de trabalho do funcionalismo e atendimento ao público.

Cidade Vida - Um projeto inovador, a Unidade Móvel de Atendimento à Saúde Animal (UMASA) já realizou aproximadamente 2 mil castrações gratuitas de cães e gatos. A iniciativa faz parte do Projeto Bicharada. O inovador e moderno equipamento, construído em três containeres, presta este tipo de atendimento de forma itinerante em todos os bairros da Cidade. A implantação de Ecopontos e caminhões para a coleta seletiva domiciliar também estão entre as propostas já cumpridas pelo Município. Além das metas do Avança PG, foram realizadas ainda a recuperação de áreas degradadas e ações para melhorias na fiscalização ambiental.

Cidade Progresso - O eixo Cidade Progresso tem grande representatividade na área educacional, a constar a ampliação no número de cursos da Etec e Fatec, a criação do Laboratório de Ideias e a inauguração da unidade do Poupatempo na cidade. Além destas metas, que por sinal já foram atingidas, está em andamento a realização do emplacamento e atribuição de CEPs em todas as vias públicas abertas a pavimentação e a reurbanização da orla da praia.

Programação de aniversário terá diversas atividades
Para celebrar o aniversário de 49 anos de emancipação político-administrativa de Praia Grande, a Administração Municipal programou uma série de atividades que começam no próximo sábado, dia 17, e seguem até o dia 4 de fevereiro.

No calendário de eventos estão Solenidade Cívica, passeio ciclístico, corrida noturna, audiência pública e inaugurações nas áreas de saúde, obras e educação.

O primeiro evento, no domingo (17), às 9 horas, será o 1º Passeio Ciclístico de Praia Grande-TV Tribuna. Cerca de mil pessoas devem participar do encontro que terá a concentração na Avenida Presidente Castelo Branco com Rua Pernambuco, bairro Boqueirão. Já na segunda-feira (18), será inaugurada a Academia de Saúde Rio Branco.

No dia em que se comemora o aniversário de Praia Grande, na terça-feira (19), a Solenidade Cívica homenageará personalidades do Município com a entrega da medalha de Honra ao Mérito. Logo após a cerimônia, será entregue o Centro de Nefrologia e terá inicio o 1º Festival de Esportes Radicais de Praia Grande (FERA-PG).

Até 4 de fevereiro ainda serão entregues três escolas municipais, três academias de saúde, uma Unidade de Saúde da Família (Usafa), pavimentação de ruas, Ecoponto, além da realização de eventos como o passeio ciclístico da TV Tribuna, a Corrida Noturna “Jovem Pan Nigth Run” e audiência preparatória do Plano Diretor 2016/2025.

AGÊNCIA DE NOTÍCIAS: Acesse também nosso conteúdo através do Facebook e do site da Rádio do Paço. Veja também o Banco de Imagens.



página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias