Brasão de Praia Grande  

terça-feira
17 de maio de 2022

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JOMI 2022
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


 
SEMA realiza visita técnica no Aterro Sanitário Sítio das Neves
50% de todo resíduo gerado em Praia Grande é destinado para este aterro
4/3/2021
  Compartilhar no Whatsapp
Equipe da Secretaria do Meio Ambiente de Praia Grande (SEMA) fez visita técnica, na última quinta-feira (3), ao aterro Sanitário Sitio das Neves, local para onde é destinado grande parte dos resíduos sólidos urbanos (lixo) da Praia Grande e da Baixada Santista.

“Estamos satisfeitos com tamanha organização e tecnologia que são destinadas para este importante trabalho que é realizado aqui no aterro. Foi uma manhã muito produtiva acompanhar e conhecer um pouco mais de perto como é feito a destinação dos resíduos que geramos, pois é de extrema importância saber como é feito o destino final, e saber que este descarte conta com todo um cuidado pelo meio ambiente é muito gratificante”, disse o secretário da SEMA, Eduardo Serrano, mais conhecido como Dr Serrano.

A bióloga da SEMA, Mariane Laurentino Ferreira, também acompanhou a visita e diz que o tratamento do resíduo final é impecável, porém a população precisa muito de educação ambiental e começar a criar hábito de separar o lixo limpo. "Há sete anos que venho no aterro como interlocutora do projeto Programa Município Verde Azul (PMVA), e continuo achando fantástico como é tratada a destinação dos resíduos produzidos por nós, mas é lamentável ainda como a população não tem hábito de separar o lixo reciclável do orgânico. Como podemos ver aqui no aterro, em alguns casos eles até separam em sacos distintos, porém, no final juntam tudo novamente, por isso afirmo a importância de plantar a consciência de educação ambiental em cada um, e fazer a separação correta a partir de casa”.

Um dos objetivos desse encontro é também para atender uma das diretivas do PMVA, que é monitorar, acompanhar e ver a qualidade do destino final destes resíduos e se realmente está dentro dos padrões ambientais exigidos pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

Atualmente, o aterro na Área Continental de Santos recebe os resíduos produzidos em sete das nove cidades da Baixada Santista, ficando de fora apenas as cidades de Itanhaém e Peruíbe. “O Aterro Sanitário do Sítio das Neves, na Área Continental de Santos, atende as cidades Mongaguá, Praia Grande, São Vicente, Santos, Guarujá e Bertioga e tem autorização Cetesb para receber resíduos sólidos até 2023”, explicou Rafael Máximo Ferreira, gerente geral da Terrestre Ambiental, responsável por administrar o espaço.

Ao longo da visita, diversos temas foram abordados e discutidos, mas o tratamento de chorume e a possível vinda de uma usina para a região chamou a atenção do secretário da SEMA. “O tratamento do chorume (líquido proveniente da matéria orgânica em decomposição nos aterros sanitários) que é feito aqui é sensacional, que sistema de tratamento fantástico. Outra coisa que fiquei muito entusiasmado foi com a possibilidade da vinda de uma usina que vai poder transformar nosso lixo em energia elétrica”.

O Aterro Sanitário Sítio das Neves tem planos para abrigar uma usina de produção de energia a partir do lixo. A operação consiste na queima de resíduos (chamado cientificamente de termovalorizar), transformando o calor em energia renovável. “Esse tipo de tecnologia chama-se URE, Unidade de Recuperação Energética e esse tipo de iniciativa já é bastante comum em países europeus, disse Rafael Máximo Ferreira.

Programa Município Verde Azul - As ações do PMVA em Praia Grande são coordenadas pela equipe da Secretaria de Meio Ambiente (Sema). PMVA foi criado pelo Governo do Estado de São Paulo em 2007, o Programa Município Verde Azul tem a finalidade de medir, apoiar e descentralizar a agenda ambiental nos municípios, bem como estimular as prefeituras a executarem políticas públicas em favor do desenvolvimento sustentável.

Os municípios participantes colocam em prática 85 tarefas divididas em dez diretrizes da agenda ambiental local com base em temas estratégicos como Município Sustentável; Estrutura e Educação Ambiental; Conselho Ambiental; Biodiversidade; Gestão das Águas; Qualidade do Ar; Uso do Solo; Arborização Urbana; e Esgoto Tratado e Resíduos Sólidos.



página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias