Brasão de Praia Grande  

quinta-feira
19 de maio de 2022

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JOMI 2022
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


 
‘Breaking the Beat’ agita Praia Grande
Ação ocorreu na pista de skate Ocian e contou com o apoio da Subsecretaria da Juventude
29/11/2021
  Compartilhar no Whatsapp
A pista de Esportes Radicais do Bairro Ocian, em Praia Grande, foi palco da segunda edição do ‘Breaking the Beat’, evento que faz parte do circuito nacional de breaking, um estilo de dança que envolve giros, saltos, acrobacias e que já é considerada modalidade olímpica. O encontro realizado no sábado (27) foi organizado por atletas e educadores da categoria, com o apoio da Subsecretaria de Juventude e da Federação de Breaking do Estado de São Paulo. Além das batalhas de dança, o evento contou com apresentações de MCs da região.

A primeira edição do ‘Breaking the Beat’ ocorreu em São Vicente. A modalidade Breaking geralmente é disputada em círculos, nos quais os b-boys e b-girls (como são chamados os dançarinos) se apresentam um a um. Em Praia Grande, a disputa contou com 8 competidores e cada um teve a oportunidade de competir três vezes. O vencedor foi o b-boy Tony, morador de Praia Grande, que faz parte do grupo Dynamic Breakers. Já o segundo lugar ficou com b-boy Clean, morador do interior de São Paulo, membro do grupo Nossa Crew. O terceiro lugar ficou com b-boy Dynabeat, morador da Baixada Santista. Entre os participantes de São Paulo, estavam ainda a b-girl, Bia, e o competidor b-boy Arthur (Style Crew) além do destaque, o Bboy Jheff (Action Breakers), que com apenas 13 anos competiu de igual para igual com os adultos e arrancou aplausos do público.

Conforme o organizador da festa, o professor de danças urbanas e Breaking, Carlos Alberto Libani Junior, o primeiro evento sediado em Praia Grande foi um sucesso. “Incrível, tudo conforme nossa proposta de apresentar arte e cultura de forma leve e divertida. Essa é a cultura Hip Hop”.

Daniel Rocha de Almeida, que prestou apoio na organização, falou sobre a modalidade que tem ganhado cada vez mais visibilidade e já é considerada esporte olímpico. “O Breaking está crescendo e o evento de Praia Grande reuniu dançarinos e atletas da Baixada Santista e até de São Paulo. O público está gostando, tanto das danças quanto das apresentações musicais”.

Um dos competidores, o arte-educador Rodolfo Almeida, conhecido como b-boy Grilo, elogiou o evento. “É uma alegria fazer parte deste circuito, mostrar minha arte e trocar conhecimento e experiências com tantos outros colegas. O nível dos competidores está alto, todos são muito bons e a confraternização é o mais legal de tudo”.

O subsecretário de Assuntos da Juventude de Praia Grande, Augusto Schell, destacou o trabalho do setor em fomentar políticas públicas para a Juventude da Cidade. “Apoiar as manifestações de cultura urbana é um dos papéis da nossa Pasta e o Breaking já é sucesso em Praia Grande bem antes de virar modalidade olímpica. A Administração da Cidade sempre está envolvida em ações que fomentam a juventude, compreendendo as dificuldades e a emoção toda que essa galera da dança urbana tem a oferecer”.



página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias