Brasão de Praia Grande  

quarta-feira
7 de dezembro de 2022

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JEESP 2022
JOMI 2022
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


 
Plantio de árvore sem autorização é proibido em Praia Grande
Sema informa sobre o plantio consciente, árvore certa no lugar certo
15/12/2021
  Compartilhar no Whatsapp
Por mais que a Secretaria de Meio Ambiente de Praia Grande (Sema) queira ampliar as áreas verdes no Município e incentive o plantio de árvores no calçamento, ainda existe um desencontro de informações na hora de realizar o plantio por parte dos munícipes, principalmente na escolha das espécies e locais a serem plantados. Por isso, em Praia Grande é necessária autorização por parte da Sema para realizar o plantio de espécies.

“Apesar de louváveis as iniciativas de plantio de árvores em calçamentos realizadas pela população, a Sema deve ser sempre consultada para direcionar sobre a espécie e locais adequados ao plantio, pois é imprescindível a autorização prévia da secretaria para realização do plantio. Inclusive, desde 2018 a Administração disponibiliza gratuitamente a versão online da ‘Cartilha de Arborização Urbana’ no site da Prefeitura (http://www.cidadaopg.sp.gov.br/imprensa/arquivos/sema/cartilha_arborizacao_urb_2018.pdf)”, explicou o secretário da pasta, Eduardo Serrano.

Importante salientar que, ao plantar uma árvore no calçamento, é necessário planejar o local correto, com largura suficiente para receber um exemplar, além de escolher a espécie adequada, pois podem crescer muito e danificar o calçamento, interferir na iluminação pública, sinalização de trânsito, drenagem, impedir a acessibilidade e mobilidade urbana, entre outros. Essas e outras dicas e informações contam na Cartilha de Arborização Urbana.

A bióloga Elaine Rovati da Sema explica que além da escolha da espécie certa é preciso fazer um estudo da área onde será realizado o plantio. “ Temos que ter todo um cuidado, temos que ampliar o olhar e pensar na distância entre as mudas, largura do calçamento, tamanho do berço de plantio e qual tipo de solo é aquele que pretender realizar o plantio. Só assim vamos ter a árvore certa no lugar certo, dando condições para crescerem saudáveis sem grandes interferências com as construções e o ambiente urbano”.

Além da Cartilha de Arborização Urbana, o Município conta também com a Lei de Arborização Urbana, que é a nº1875 de 2017, com uma listagem de espécies proibidas a serem plantadas no calçamento em razão de serem tóxicas, causando riscos à população e de seu crescimento poder causar interferências, como é o caso do abacateiro e outras frutíferas, Chapéu de Sol, Ficus e Pinheiro.



página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
 MAPA DO SITE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias