Brasão de Praia Grande  

terça-feira
17 de maio de 2022

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JOMI 2022
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


 
Com estrutura fortalecida, Praia Grande supera desafios da pandemia na Saúde
Controle da covid-19 evidencia robustez dos equipamentos e serviços do Município
21/12/2021
  Compartilhar no Whatsapp
A pandemia do novo coronavírus impôs um grande desafio para toda a humanidade, em especial na área da Saúde. Mas a Prefeitura de Praia Grande se preparou e conseguiu superar as maiores dificuldades ocorridas ao longo de 2021 com muito trabalho e dedicação. Como resultado, a Cidade teve uma drástica queda de casos e internações e alcançou a marca de 96% dos munícipes com coronavírus curados desde o início da pandemia, sendo este um dos melhores índices do Estado.

A Secretaria de Saúde Pública (Sesap) de Praia Grande estruturou o Município para o enfrentamento à covid-19. Além da contratação de profissionais, o Complexo Hospitalar Irmã Dulce chegou a ter 71 leitos de UTI Covid Adulto no pico da pandemia para atender a demanda. Agora, como a taxa de leitos ocupados está baixa, evidenciando a estabilidade da pandemia, o hospital passou a oferecer, no momento, 20 leitos de UTI e 20 leitos de enfermaria específicos para a covid-19, que poderão ser aumentados a qualquer momento, caso haja necessidade. Atualmente, a ocupação no Município está em 13% leitos de UTI e 21% de leitos de enfermaria.

Com isso, 20 dos leitos desocupados foram absorvidos pelo hospital para outros atendimentos. E junto à Programação Anual de Saúde de 2022 está prevista a ação de expansão da Porta de Entrada da Rede de Urgência e Emergência, junto ao Complexo Hospitalar Irmã Dulce, com a perspectiva de ampliação de mais 40 leitos, chegando assim ao total de até 60, mas somente após a habilitação pelos órgãos federativos que fazem a gestão integrada do SUS.

A população contou ao longo do ano com o primeiro Hospital de Campanha da Baixada Santista, o Falcão, inaugurado em 2020 e que encerrou suas atividades em outubro de 2021, após a redução dos números da pandemia. Mas todos os equipamentos utilizados para o enfrentamento à pandemia são municipais, o que permite a reativação a qualquer momento do Hospital de Campanha Falcão, caso necessário.

Outro fator que elevou bastante a proteção da população praia-grandense foi o avanço da vacinação. No Município já foram aplicadas mais de 560 mil doses das vacinas contra a covid-19, sendo que quase 86% dos munícipes receberam a primeira dose e mais de 73% de toda a população já completou o esquema vacinal com as duas doses ou dose única. E para facilitar o acesso a quem precisa se vacinar, a imunização foi ampliada em dezembro para todas as 30 Unidades de Saúde da Família (Usafas) de segunda a sexta, com o Ginásio Rodrigão mantido aberto aos finais de semana.

Mas a Sesap continua atenta em relação aos números da pandemia e conta com o Comitê Técnico-Científico, que segue monitorando as novas variantes e o cenário no Brasil e no mundo. E para atender os pacientes com sintomas respiratórios, o Praia Grande mantém ativo o Pronto-Atendimento para Síndromes Gripais, montado no Ginásio Falcão (Avenida Presidente Kennedy, s/nº, Bairro Mirim).

Acolhe PG – Outro destaque da Saúde é o Acolhe PG, que permanece fazendo o monitoramento de síndromes gripais e casos confirmados de covid-19. Desde o início da pandemia, a central telefônica fez 360 mil ligações de monitoramento de sintomáticos respiratórios e pacientes positivos, além de ter realizado 98 mil atendimentos telefônicos.

Esse ano o serviço foi ampliado para atender pacientes que necessitam de transporte para tratamento de saúde, acompanhamento de gestantes de alto risco, agendamento de consultas e exames e disk amamentação, proporcionando uma maior agilidade em diversos atendimentos de saúde.

Reabilitação pós-covid – Além de atender os pacientes com síndromes respiratórias, a Sesap se dedicou a estruturar sua rede para acolher as pessoas que sofrem com as sequelas físicas ou mentais provocadas pela covid-19. A porta de entrada é pelas 30 Usafas espalhadas pelo Município, que garantem a cobertura de 100% do território, a maior da Baixada Santista. O paciente é atendido pela equipe de saúde da família e, caso as sequelas sejam leves, ele é direcionado para uma das Academias da Saúde, que contam com diversas atividades supervisionadas por educadores físicos e voltadas para todos os públicos, não apenas aos idosos.

Caso haja a necessidade de um cuidado mais especializado, o paciente é encaminhado para o Centro Especializado em Reabilitação (CER), que oferece sessões de fisioterapia e também hidroterapia, sendo esta em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer (Seel). Os munícipes que apresentem transtornos psicológicos diversos, como ansiedade, depressão, entre outros, poderão ser encaminhados pelas Usafas para os Centros de Atenção Psicossocial (Caps), que contam com médico, psiquiatra, psicólogo, terapeuta ocupacional, equipe de enfermagem. São quatro na cidade: dois Centros de Atenção Psicossocial (Caps II) Boqueirão e Mirim, um Caps Álcool e Drogas (Caps AD III) e outro Infantil (Caps i).

O Caps AD III, inclusive, foi habilitado pelo Estado e passou a atender 24 horas por dia em junho de 2021, acolhendo pacientes em uso abusivo de drogas lícitas e ilícitas. Para funcionar 24 horas, o Caps AD III dispõe de oito leitos de retaguarda para repouso e observação desses pacientes. Caso necessário, a estrutura municipal de atendimento na rede psicossocial voltada a esses casos possui ainda 10 leitos específicos no Complexo Hospitalar Irmã Dulce.

Retomada responsável – Olhando para frente e para os outros cuidados que também necessitam de atenção além da pandemia, Praia Grande retomou em agosto a realização de cirurgias eletivas, sempre mantendo todos os cuidados e respeitando os protocolos sanitários. O Ambulatório de Especialidades Cirúrgicas do Complexo Hospitalar Irmã Dulce passou a realizar as cirurgias não emergenciais como ginecológicas, de hérnias, de vesícula, entre outras.

E para expandir o número de procedimentos realizados, Praia Grande firmou no mesmo mês um convênio com a Santa Casa de Santos, que tem auxiliado na redução da fila de espera criada por conta da demanda reprimida pela pandemia. Também foi retomado o programa Senhor da Visão, zerando a fila municipal de cirurgias de cataratas.

Outro esforço empregado pela Sesap em 2021 foi a ampliação de consultas, exames e procedimentos, a partir da captação de clínicas e hospitais, contribuindo na redução das filas de espera. Exames como radiografia, mamografia, espirometria e coagulograma estão com demanda livre, sem filas, assim como consultas de otorrinolaringologia, cirurgia plástica, geriatria, pediatria, ginecologia, entre outras. E a fila de espera agora pode ser consultada pelo munícipe no próprio site da Prefeitura, garantindo mais transparência a esse processo.

Ações – Para dar ainda mais agilidade e modernizar o trabalho da rede de atenção básica, a Sesap entregou no segundo semestre deste ano 163 novos computadores para as Usafas, com equipamentos nos consultórios médicos, odontológicos e de enfermagem, bem como para os agentes comunitários de saúde.

Este ano ocorreu também o retorno das capacitações da Educação Permanente, com cronograma mensal para os profissionais de saúde, além da incorporação de outros treinamentos, como dos recepcionistas das especialidades médicas. A realização da 10ª Conferência Municipal de Saúde, bem como a eleição representantes do próximo biênio, possibilitou a manutenção da participação da sociedade civil junto ao poder público mesmo em meio à pandemia.

E mesmo durante a pandemia, a Sesap manteve os Programas de Residência Médica e Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade, contribuindo com a formação profissional e fortalecendo as equipes no enfrentamento à covid-19. E para reforçar o time, está previsto para 2022 a contratação de novos profissionais através de concurso público realizado no final de 2021.

Na avaliação do secretário-adjunto de Saúde Pública de Praia Grande, José Isaías Costa Lima, o segundo ano da pandemia trouxe novas demandas, impondo um grande esforço de toda a equipe. “Foi um ano de muitos desafios, mas graças ao empenho de todos, nós tivemos resultados positivos em meio a esse cenário difícil. Mas continuamos atentos quanto ao que acontece e seguimos trabalhando incansavelmente para oferecer cada vez mais um atendimento de qualidade à população”, destacou.



página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias