Brasão de Praia Grande  

sexta-feira
28 de janeiro de 2022

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JORI 2018
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


 
Praia Grande atua na orientação sobre riscos de pipas com cerol
Tanto o uso quando a comercialização são proibidos no Município
30/12/2021
  Compartilhar no Whatsapp
Uma mistura que pode ser fatal: pó de vidro e cola. O cerol pode acabar não apenas com a brincadeira, mas também com a vida das pessoas. Com o objetivo de orientar quem empina pipa, também conhecido como papagaio, e diminuir os riscos de acidentes e até mortes, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Praia Grande realiza fiscalizações e trabalhos de orientação sobre o perigo da linha de pipa com cerol.

Para fazer cumprir o que determina a legislação municipal, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Praia Grande intensifica a fiscalização do uso e comercialização de linhas de pipa com cerol, além do porte e posse da substância constituída de vidro ou ferro moído e cola (cerol), além da linha encerada com quartzo moído, algodão e óxido de alumínio (linha chilena), e de qualquer produto utilizado na prática de soltar pipas que possua elementos cortantes.

A fiscalização é feita principalmente pelas equipes que realizam o patrulhamento pelas areias da praia, e de moto, que atua mais nas margens da Via Expressa Sul, por onde passam muitos motociclistas.

Para a comandante da Guarda Civil Municipal, Silvia Regina Delgado, a prevenção é o principal objetivo desse tipo de trabalho, mas havendo necessidade as equipes apreendem o material. “As equipes buscam sempre conversar com as crianças ou até mesmo com os pais, orientando sobre os riscos do cerol. É preciso que todos se conscientizem de como essa prática é perigosa e pode acabar com a alegria de muita gente”.

A legislação prevê ainda que o estabelecimento que for flagrado comercializando o produto está sujeito à cassação da licença de funcionamento, com lavratura de termo de fechamento administrativo, sem prejuízo das demais penalidades previstas em lei.

A corporação conta ainda com a ajuda da população, que pode fazer denúncias através do telefone 199 ou 153.



página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias