Brasão de Praia Grande  

quarta-feira
7 de dezembro de 2022

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JEESP 2022
JOMI 2022
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


 
PG participa de discussão sobre o Plano Regional de Combate ao Lixo no Mar na Baixada Santista
Evento ocorreu durante toda esta terça-feira (22) e contou com diversos palestrantes
22/3/2022 | Aline Mota, MTB: 65.051
  Compartilhar no Whatsapp
O Dia Mundial da Água é festejado nesta terça-feira (22). Nesta importante data, Praia Grande participou do Colóquio sobre o Plano Regional de Combate ao Lixo no Mar na Baixada Santista. A prefeita Raquel Chini representou a Cidade no evento, que ocorreu de forma virtual ao longo de toda esta terça e foi moderado pela Universidade Católica de Santos (Unisantos). A chefe do Executivo praia-grandense também preside o Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana (Condesb) e o Comitê da Bacia Hidrográfica (CBH-BS).

O evento promoveu a discussão sobre a problemática do lixo no mar na Região com foco específico na conexão deste tema com a gestão dos recursos hídricos. A elaboração do Plano Regional de Combate ao Lixo Marinho ocorre em atenção ao plano nacional.

“Discutir ações que visam beneficiar e cuidar do meio ambiente é sempre muito importante. Neste caso trocar ideias sobre como combater essa problemática de resíduos e lixo no mar reunindo diversos municípios. Lixo no mar não é apenas um problema ambiental, é muito mais complexo, merece sim um olhar regional mais voltado para esse enfrentamento e o Plano Estadual sem dúvidas vai ajudar neste combate”, comentou a prefeita de Praia Grande, Raquel Chini.

O problema do lixo no mar tem recebido crescente atenção da comunidade internacional. Estima-se que mais de 12 milhões de toneladas de lixo sejam despejadas anualmente no mar em todo o mundo. Do total, 90% é composta de plástico, o que gera diversos impactos à saúde, ao ambiente, à economia e ao bem-estar da sociedade.

Uma série de debates ocorreram durante o colóquio, entre eles, a problemática das moradias em palafitas. “Já existe um programa em andamento do Governo do Estado de São Paulo, o Vida Digna, que visa eliminar as moradias em palafitas. As cidades da Baixada Santista já foram beneficiadas por esta iniciativa. Nós, enquanto uma Região Metropolitana, devemos juntar forças com o Governo do Estado para eliminar as palafitas reforçando o desenvolvimento social”, disse a prefeita de Praia Grande.




página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
 MAPA DO SITE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias