Brasão de Praia Grande  

quarta-feira
7 de dezembro de 2022

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JEESP 2022
JOMI 2022
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


Foto: FELIPE FRANÇA
 
Página a Página: Alunos promovem Festival de Curtas baseado em obra literária
Vídeos foram exibidos em evento realizado no Auditório Roberto Marinho
22/8/2022 | Daniel Elias, MTB: 59.233
  Compartilhar no Whatsapp
Os alunos do 7º ano da EM Governador Orestes Quércia, no Bairro Mirim, fizeram uma releitura do livro Os Meninos da Caverna. Os trabalhos realizados pelos estudantes resultaram no Festival Curtas do Orestes, que ocorreu na última sexta-feira (19). A apresentação dos vídeos foi realizada no Auditório Jornalista Roberto Marinho e fechou o projeto desenvolvido pela professora de língua portuguesa Ana Luiza Haddad.

Os vídeos foram produzidos inteiramente pelos alunos, desde a gravação e encenação até a parte de edição dos curtas. A ação teve por finalidade fazer com que os estudantes trabalhassem diferentes valores e passassem uma mensagem com a história que criassem. Para facilitar a produção, na grande maioria, diferentes pontos da escola serviram como set de filmagem para os jovens.

Um dos participantes, o aluno Theo Chue Rodrigues Vieira, destacou a importância de participar do projeto. Para o estudante, ter o curta produzido pela turma exibido no Auditório e com a presença de autoridades foi um momento marcante. “Foi uma surpresa viver tudo isso. O mais legal de participar é que sou mais quieto, reservado, e tive a oportunidade de, além de aprender, estreitar laços com outras pessoas da sala”.

O livro Os Meninos da Caverna, lido por Vieira e os colegas de classe, retrata a história real sobre o resgate do time de futebol juvenil que ficou dezoito dias preso em uma caverna na Tailândia. O fato ocorreu em 2018, no mesmo período da Copa do Mundo da Rússia. Para a produção dos curtas, os alunos precisaram retratar justamente o momento que a equipe de resgate encontra os meninos na caverna.

Cada grupo abordou a temática de forma diferente. Para chegar ao resultado final, em todo o momento, os jovens contaram com o apoio da professora Ana Luiza Haddad que também auxiliou na produção dos roteiros, filmagens e edições finais. A docente avalia de forma positiva o fechamento do projeto com exibição dos curtas. “Saio realizada ao ver o desempenho e envolvimento dos alunos”, afirmou.

“Com toda a certeza esse projeto me deixou mais empolgada, ainda mais apaixonada pela profissão que exerço. Mas não paramos por aqui. Estamos com muitos planos em mente. Os alunos já fazem a leitura de um outro livro e a cabeça fica borbulhando atrás de novos projetos”, completou a docente de língua portuguesa. “Posso dizer que vejo outros estudantes em sala de aula. Que chegaram desanimados no pós-pandemia e que, agora, se encontram totalmente engajados”.

Para fechar com chave de ouro, a docente ainda exibiu um último vídeo. O escritor do livro Os Meninos da Caverna, o repórter e correspondente da rede Globo em Londres, Rodrigo Carvalho, mandou mais uma mensagem gravada parabenizando os estudantes. “Fico feliz em ver a repercussão que a história alcançou. Ao escrever o livro nunca imaginei que poderia ser debatido e trabalhado com tanto empenho e entusiasmo em sala de aula”, enalteceu o jornalista que mantém contato com a educadora desde o início do projeto.

Começo – O trabalho com livro Os Meninos da Caverna foi possível graças ao programa Página a Página. No início do ano, a Secretaria de Educação distribuiu maletas contendo obras literárias aos estudantes do Infantil I e II, Ensino Fundamental, Complementação Educacional e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Dentro, as crianças receberam de quatro a cinco títulos de acordo com o nível de segmento de ensino de cada um.

Foram contemplados alunos do Infantil I e II, do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, Complementação Educacional e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Por intermédio da maleta, os estudantes receberam obras literárias para que fossem trabalhadas dentro e fora da sala de aula. Desde então, com o material em mãos, os professores tiveram condições de desenvolver uma série de as ações ao longo do ano.

O Página a Página tem como objetivo, além de despertar o interesse pela leitura, ampliar o vocabulário dos alunos, propor a participação da família na vida escolar dos estudantes e possibilitar o compartilhamento e a vivência de emoções. Somado a tudo isso, também promoverá a integração com produto final, que estimulará a formação crítica dos meninos e meninas.

Nas maletas de Educação Infantil, os alunos vão receber cinco títulos. Já os estudantes do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental ganharão quatro livros. Já os da Complementação Educacional terão cinco, enquanto os matriculados nas turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA) obterão um exemplar por semestre para ser trabalhado. Os exemplares serão diferentes de acordo com nível e atendendo à diversidade de cada segmento, para ser trabalhado junto com os docentes.





página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
 MAPA DO SITE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias