Brasão de Praia Grande  

domingo
5 de fevereiro de 2023

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JEESP 2022
JOMI 2022
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


Foto: FELIPE FRANÇA
 
Escola do Bairro Guilhermina doa tampas de garrafas ao FSS
Ação fez parte da ação Meio Ambiente: Reciclar e Ajudar, da EM República de Portugal
14/9/2022 | Daniel Elias, MTB: 59.233
  Compartilhar no Whatsapp
Nesta terça-feira (13), a EM República de Portugal fez a doação de tampas de garrafas pet ao Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Praia Grande. A ação ocorreu na unidade localizada no Bairro Guilhermina e contou com a presença da presidente do FSS, Maria del Carmen Padin Mourão, a Maruca. A entrega marca o encerramento da ação Meio Ambiente: Reciclar e Ajudar, pertencente ao Projeto Político Pedagógico (PPP) da escola.

A EM República de Portugal deu início ao projeto em março deste ano, com objetivo de despertar nos pequenos o olhar para a solidariedade ao mesmo tempo que mostra a necessidade de preservar o meio ambiente. As tampinhas foram arrecadadas e levadas pelos alunos durante as aulas. Uma vez por semana, o grupo fazia a contagem e separação do material por cores.

Para marcar a entrega do material, os alunos fizeram a leitura de uma poesia. Depois, acompanhados do som do violão tocado pela funcionária da unidade, os pequenos cantaram a música Cuida de Mim. “O projeto que envolveu toda a escola, desde a creche até a sala de aula. Foi interessante ver a participação dos alunos e das famílias”, destacou a assistente técnico pedagógico (ATP), Rosa Leite Barbosa Silva.

A doação realizada pela unidade vai somar forças com o projeto desenvolvido pelo Fundo Social de Solidariedade. Desde 2018, a entidade faz a arrecadação e recebe doações de tampinhas e lacres de latinhas com o objetivo de trocar por cadeiras de rodas. Até o momento, o FSS de Praia Grande já conseguiu 55 destes equipamentos, dando o suporte a moradores do Município que necessitam.

De acordo com Maruca, arrecadação evita o descarte dos produtos de forma incorreta no meio ambiente. “Em média, cada cadeira custa R$ 800,00. Ao coletarmos as tampinhas e lacres, além de preservar o meio ambiente, damos um novo destino para essa verba. E ainda trabalhamos o lado social. Por isso, iniciativas como essa da escola são muito importante”, destacou.



página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
 MAPA DO SITE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias