Brasão de Praia Grande  

quarta-feira
7 de dezembro de 2022

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS
AVANÇA PG
CIDADANIA
CIDADE TOTAL
CONSELHOS MUNICIPAIS
CORONAVÍRUS - COVID-19
CULTURA
DEFESA CIVIL
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
GOVERNO
HABITAÇÃO
JEESP 2022
JOMI 2022
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROGRAMA CIDADE SUSTENTÁVEL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO


Foto: FELIPE FRANÇA
 
QR Code e tablets levam informações de museu a palma das mãos dos alunos
Tecnologias são novidades do espaço situado no Departamento de Educação Ambiental
14/9/2022 | Daniel Elias, MTB: 59.233
  Compartilhar no Whatsapp
A visita ao museu que fica dentro do Departamento de Educação Ambiental (DEA) ficou mais divertida e dinâmica. Os alunos que passam pelo local agora contam com dois dispositivos que trazem as informações específicas da Mata Atlântica, com detalhes da fauna e da flora. Isso graças ao sistema de leitura de QR Code realizada por meio de tablets disponíveis no espaço educacional.

A inserção da tecnologia durante a visita ao museu começou a quase dois meses com o retorno das aulas para o segundo semestre. A novidade veio para somar com a remodelação do ambiente que trouxe layout mais atrativo aos estudantes. “Foi quando pensamos em oferecer essa informação mais precisa aos alunos ao ler o QR Code”, destacou a diretora do Departamento de Educação Ambiental, Eliane Queiroz.

Uma vez no local, os alunos assistem a uma explanação dos professores do DEA sobre a flora e a fauna existente na Mata Atlântica. O museu traz detalhes deste habitat e de outros, ao expor animais taxidermizados, em recipientes de vidros com formol ou mesmo com parte do fóssil de uma baleia. Na frente de cada um, o QR Code traz informações específicas sobre esses seres vivos.

Mas a novidade não ficou restrita apenas a parte do museu. No hall de entrada do Educação Ambiental, a maquete da Sabesp que representa o abastecimento e tratamento de água, bem como, o painel com fotos das espécies de aves trabalhadas pelo projeto Vem Passarinhar receberam o código. Na parte externa, as árvores próximas ao prédio também foram identificadas.

Em uma das visitas recebidas pelo Departamento de Educação Ambiental, a aluna Kauanne Pereira de Jesus, 12 anos, da EM Joaquim Augusto Ferreira Mourão, no Bairro Melvi, teve a oportunidade de experimentar a novidade enquanto conhecia o museu. “Foi uma surpresa muito grande chegar aqui e ter essa oportunidade de interagir com a exposição. Fica mais divertido pois a gente escolhe sobre o que quer pesquisar na hora”.



página anterior topo da página
Banco de Imagens
 
Pontos Turísticos
 
Câmeras
 
Ouvidoria
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
 POLÍTICA DE PRIVACIDADE
 MAPA DO SITE
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias