segunda-feira
20 de outubro de 2014

 
 
     
ADMINISTRAÇÃO
AVANÇA PG
CIDADANIA
CULTURA
DEFESA CIVIL
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
DOWNLOADS
EDUCAÇÃO
ESPORTES
FINANÇAS
GABINETE
GALERIA DE FOTOS
HABITAÇÃO
JUVENTUDE
MEIO AMBIENTE
OBRAS
PLANEJAMENTO
PLANO DIRETOR
PROMOÇÃO SOCIAL
SAÚDE
SEGURANÇA
SERVIÇOS URBANOS
SERVIDORES
TRABALHO
TRÂNSITO
TRANSPORTE
TURISMO
URBANISMO
 
Bossaball, a mistura esportiva que garante diversão na praia
Lançamento do esporte no País ocorre nesta quinta, em Praia Grande
9/1/2007 | Pedro Sbravatti, MTB: 35.768
 
Misture futebol ao vôlei de praia. Acrescente uma pitada de ginástica e acrobacias. Para apimentar a diversão, adicione cama elástica e quadra inflável. E não esqueça da música para animar ainda mais o ambiente. Concentre bem tudo isso e a festa do público estará assegurada. Esse é o bossaball, esporte criado na Europa há três anos, que agora chega ao Brasil. A primeira apresentação da novidade ocorre em Praia Grande, de quinta-feira (11) a domingo (14), das 10 as 13 e das 15 às 19 horas, na Avenida Presidente Castelo Branco, na altura do número 1.008, Praia do Boqueirão.

“Tenho certeza que o bossaball ganhará a simpatia do público. Além do dinamismo, também é muito divertido”, destacou o secretário de Juventude, Esportes e Lazer, José Carlos de Souza. “Com iniciativas como esta, criamos atrações para munícipes e turistas neste verão”.

Equipe de atletas treinados no Esporte Clube São Caetano realizará partidas de exibição. Durante os jogos, o público será convidado a participar. Após o período em solo praiagrandense, o grupo divulgará a modalidade em Santos, Guarujá e Caraguatatuba nos próximos finais de semana.

O novo esporte foi idealizado pelo belga Filip Eychmans. Apaixonado pelo Brasil, o promotor musical teve a idéia após passar férias no País. “Ele aliou a técnica do futebol e do vôlei ao malabarismo da ginástica. O nome também faz referência à Bossa Nova como homenagem ao estilo musical brasileiro”, explicou o coordenador do esporte, Davi Pinto Atalla.

Para Atalla, trata-se apenas de uma questão de tempo para o bossaball virar mania nacional. Segundo ele, na Europa existem federações de vôlei que atrelaram a modalidade a seus programas de competição e eventos. “Essas atitudes comprovam o crescimento e demonstram a credibilidade desta atração”, destacou.

A apresentação dos juízes é um show a parte. Além do apito, os árbitros possuem microfone e vários instrumentos de percussão e uma mesa de DJ. São eles que dirigem a partida e dão clima especial e dançante, confirmando a musicalidade do jogo.

Regras – O bossaball é disputado com bola de vôlei de praia e em quadra inflável com medida de 20x14 metros. Separados por rede de vôlei, cada lado conta como uma cama elástica. Os jogos contam com 4 jogadores por equipe e a formação pode misturar homens e mulheres.

As partidas são disputadas em melhor de 3 sets com 15 pontos cada. Para se passar a bola para o lado oposto, o time pode dar até oito toques. Cada jogador pode dar apenas um toque com a mão ou dois com o corpo. A intenção é preparar o lance para o atacante que está situado na cama elástica.

Caso este consiga fazer com que a bola caia na cama elástica inimiga, o time somará 3 pontos. Em qualquer outra parte da quadra, o valor é de um ponto. Todos os jogadores estão liberados para atacar e podem somar pontos para suas respectivas equipes.

Apoio – A realização é da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel) em parceria com a Nestlé.

    página anterior topo da página
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 HOME
 A CIDADE
 ESTRUTURA DE GOVERNO
 SERVIÇOS ONLINE
 NOTÍCIAS
 OUVIDORIA
 PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
  Acompanhe Praia Grande
nas Redes Socias